Site Meter

segunda-feira, 7 de agosto de 2006

Catalizadores do tesão - Gosto

Cá estou eu de novo....É certo que não com a regularidade que gostaria. Nem mesmo com a regularidade que reclamam. Mas vou estando por aqui... Há algo por dizer, por falar, por contar, por escrever, por partilhar, por provar......quem sabe por saborear..... É o risco inerente a falar sobre o gosto......esse sentido sem o qual todos os outros ficam incompletos, pelo menos aqui, neste espaço, nesta ordem de ideias, neste blog, em mim, no que sinto.....
Talvez me alongue bastante até a falar sobre isso…..acho mesmo que já nem sei fazê-lo de outra forma….dá-me prazer……a partilha…..o expor do que sinto.O sentido que nos permite distinguir o sabor das coisas, comandado por aquele já famoso corpo alongado e carnudo, de seu nome língua, situado na boca, faz-me pensar logo nos beijos. Que querem? É mais forte que a minha vontade!
Quem já não sentiu o sabor dos beijos? Por vezes doces, por vezes azedos? Por vezes salgados e outras vezes amargos? Penso mesmo que a maioria dos comuns mortais se limita a beijar sem ter consciência do desfrute do beijo. Haverá algo mais erótico que um beijo? Sentir o seu paladar, o seu sabor, as emoções que nós transmitimos, que recebemos e a forma como se prolongam no nosso corpo e libido……hum……delicioso……
Tomei a ousadia de tentar explicar que o que aqui escrevo é realmente sentido. Como? Transcrevendo algo que li, e com o qual concordo, acerca de como a maioria das pessoas do meu signo sentem o beijo. Vale o vale é certo, mas fica a ilustração:
“Beijar alguém do signo Carneiro é mais ou menos como estar no meio de um terramoto: você não sabe bem como aquilo começou e o que as suas pernas estão a fazer ali em cima enquanto os seus braços estão amarrados com os de outra pessoa. Enfim, o Carneiro é arrojado e, basicamente, triplica a sua impaciência quando o assunto é romance. E se tiver o ascendente em Carneiro, o caso é ainda mais grave... Então, não se admire se for atacada por uma boca ávida e, como tanto fogo tem que ser apagado, não se admire também se o beijo terminar no que vem depois do beijo nos filmes americanos. Momentos tórridos garantidos!”
Não sou eu que o digo……
Gosto de beijar e pronto! Gosto de beijar e pronto! Gosto de beijar e……Beijo!
Uma boca, uns lábios, uma língua, um rosto, um ombro, um braço, etc, etc, etc….Beijo tudo! Detenho-me o tempo que for necessário nos locais que quero e me deixam, até estar saciado e por vezes parece que nunca fico. Gosto de sentir o paladar de cada local. Gosto das reacções que me transmitem esses mesmos lugares. Das texturas, da suavidade, do frio e do calor sentido pela minha língua.
Adoro a boca. Isso é certo. Adoro o corpo. Mais certo é ainda. Deliro com o sexo oral quando o faço. Sim, perceberam bem….Quando o faço. Adoro fazê-lo. Porquê? Reparem….
Em primeiro lugar porque adoro dar prazer, pelo menos adoro tentar dar prazer. Por vezes mais, muito mais que receber. Nunca sentiram uma enorme felicidade em dar uma prenda? Mais do que quando se recebe? De ver a alegria, as reacções, as emoções da pessoa que a recebeu? É isso! É por isso….Em segundo lugar, porque é sápido e como tal, encerra tanto para sentir….E por último, porque me dá tesão…… arrebatador, faz-me sentir usado pelo prazer……o que gosto de dar, e desculpem lá mas isso sente-se tão bem no meu pau……
Nesses momentos, a minha função é dar prazer. A mulher é a deusa e eu sou o seu servo. Com vontade própria é certo mas ainda assim….sou-o. Beijo na boca, demorado……., passear pelo corpo dela a sentir o seu gosto……..lentamente, dirigir-me para o seu íntimo…….com a convicção de que será sublime……e deter-me. Ficar por lá. Até que me mandem embora. Ou não…..Adoro pressentir o que vou saborear….quando percorro com a minha língua a parte interior das pernas, a zona pélvica…..a boca começa a encher-se de saliva, fica húmida, quase que preparando-se de forma inata para o que vem a seguir…..Gosto de sentir o gosto que a ponta da língua sente nos lábios de uma mulher. Não os lábios da boca…dos outros. Daqueles que protegem o mais profundo do seu íntimo. Quem é capaz de dizer a que sabe? Pois bem….se a ponta da língua nos indica o doce…..então é doce que eu sinto, porque eu senti-o! Andar por ali a explorar com a minha boca é o meu objectivo. Sorver tudo que me é dado a explorar. Sentir tudo. Até o tremer do corpo. A que sabe isso? A prazer. Sim porque o prazer também tem gosto. Explico já……
Gosto de passar a língua no seu ânus….gosto das reacções que provoca. Nojo? Não sei o que é isso. Não quero saber o que isso é quando se trata de dar prazer. As reacções que provoca são diferentes de tudo. Nem melhores nem piores. Diferentes. Só não sabe quem nunca o experimentou. Ainda existe alguém? Quero acreditar que não….
Deter-me na zona perineal é fantástico. Sim aquela entre o ânus e a vagina. Só as reacções do corpo dela são capazes de o descrever. Adoro. Saborear os líquidos que ela já tem, lentamente, degustando o seu teor, compostos por tesão desenfreado, de uma colheita privada, num momento “vintage”…….. Deixo de estar sóbrio. Já não me quero retirar dali. Ela também não quer e normalmente faz questão de o demonstrar agarrando-me os cabelos com força…como gosto disso…….Perco-me na sua vagina, vagueio-a com a língua como um tonto que não sabe para onde ir e que portanto, vai de porta em porta, por todos os lugares existentes, nunca encontrando, sempre procurando, sempre lambendo, sempre saboreando, sempre sorvendo e querendo mais. Por vezes encontro um obstáculo, algo mais rijo, com relevo considerável. Não gosto de me deter em obstáculos e como tal, tenho de o contornar. Lenta e vagarosamente, tento por um lado, regresso, tento pelo outro, como que tentando perceber qual deles é o caminho mais……saboroso…..ahhh falo do clítoris…..esse corpo de características únicas, peculiares, super saboroso, super comestível, super delicioso, super tudo! È super! Fico fascinado e portanto tenho de o rodear, permanecer a contorná-lo, a circundar, subindo, sempre lenta e calmamente. Sim, porque estou calmo. Tou duro mas calmo…..Decido passar sobre ele, sentindo-lhe melhor a forma e o alto que encerra é delicioso de trepar, escorregadio e portanto com cautelas extra para não cair…..mas caio sempre. Mas persistente que sou, recomeço sempre tudo de novo e curiosamente com uma velocidade e motivação sempre crescente. Não demasiado. É gradual. Muito gradual, mas aumenta. Os meus sabores ficam confusos. Já não sei se sinto o doce da ponta da língua, o salgado, o azedo ou mesmo o amargo……Toda ela escorre e eu tento amparar todo o liquido, precioso de mais para se perder, este néctar da vida, da minha claro está.
À medida que mais aumento a busca pelo sabor, mais me é dado a provar, sinto o que flui, quero mais e sei o que fazer para o obter….. a minha língua, a minha boca, os meus lábios sabem o que têm a fazer……é um descontrolo controlado, uma cadência progressiva que dou, um fim que está à vista e que proporciono, que quero proporcionar……
Junto com um gemido, com um tolher dos músculos dela, um orgasmo que chega, lenta mas gradualmente, para o qual me preparei, o qual provoquei, para o receber de boca aberta, de língua em forma de colher simplesmente porque não quero perder nada do que chega, desse “tal vintage” de uma casta de sabor tão intenso, dessa tal momento de eleição…….Ahhh como sabe bem…. ahhh como sabes bem….ahhh como te gosto ahhh como te absorvo, te sinto e te quero. Gostoso é pouco….muito pouco….o teu sabor de mulher não tem descrição……lamento….por muito que tente nunca o conseguirei descrever…..
É este o sabor do prazer…indescritível…..
O teu…. O teu gosto…….

45 comentários:

  1. "Gosto"... gostei...
    Fizeste-me lembrar estas palavras:

    "minha boca
    é pouca
    pro desejo
    que anda à solta"

    Martha Medeiros - "Minha boca..."

    E agora? Há escrita para além dos 5 sentidos? Espero que sim...

    ResponderEliminar
  2. Mariazinha: gosto de ver que ficaste por cá....
    Se hà escrita além disto? Penso que sim. Pra ser sincero, penso mesmo que existe muito para dizer. Se será nos mesmos moldes? Não sei....

    ResponderEliminar
  3. Ai ai ai, que eu estou a reconhecer isto tudo no meu maridão...tb é carneiro.
    E olha que tudo o que disseste é verdade, é um furação a beijar, na cama, fora dela...enfim...e como eu sou duas (gémeos) imagina só a salganhada...
    Tb tenho um post sobre o beijo
    beijocas

    ResponderEliminar
  4. Adoro as tuas palavras!!
    Hummmmmmmmm sabes-me bem!! :)
    Jinhos

    ResponderEliminar
  5. hmm! eu já volto para comentar ;)

    ResponderEliminar
  6. Noivo também sou do signo carneiro coincidência ou não, sinto o mesmo q tu...embora seja sincera n acredito muito nessas coisas dos signos...mas sim adoro beijar, aliás a boca só deveria ser feita para beijar e beijar muito, porque é bom porque é cultura porque nos dá tesão enfim porque é o máximo, por isso vou-te deixar um excero de um poema de Ramon sampedro, aqui vai:

    "...Un beso enciende la vida con un relámpago y un trueno,
    y en una metamorfisis
    mi cuerpo no es ya mí cuerpo,
    es como penetrar al centro del uníverso:

    El abrazo más puril, y el más puro de los besos,
    hasta vernos reducidos
    en un único deseo:

    Tu mirada y mi mirada
    como un eco repitiendo, sín palavras:
    más adentro, más adrento,
    hasta el más allá del todo
    por la sangre y por los huesos.

    Pero me despierto siempre
    y siempre quiero estar muerto
    para seguir con mi boca
    enredada en tus cabellos..."

    besitos

    ResponderEliminar
  7. Esse poema, gonzo, ouvido na voz de Javier Bardem (Mar Adentro OST), traz-me sempre lágrimas aos olhos e arrepios à pele. Sempre. On and on... Engraçado como os sentidos por vezes provocam reacções em cadeia. Simplesmente sublime. Como o beijo.

    ResponderEliminar
  8. Olá,
    ainda bem q te desencantei, n sei bem onde, para poder ler-te... :) q gst tem o prazer? - fizeste-me ficar a pensar nisso. bj

    ResponderEliminar
  9. Inconfidente: Hum....sorte a dele:)
    Vou lá espreitar então:)

    ResponderEliminar
  10. Dark-me: Tu és demais.....:) Sempre a deixar-me envergonhado....

    ResponderEliminar
  11. Gonzo: Não é que eu acredite muito...mas a verdade é que achei que aquilo era tanto do que sei que sou, que não resisti a dizer....
    Realmente os beijos são fantásticos.

    ResponderEliminar
  12. MalucaResponsavel: As tuas palavras......enfim!
    Eu deixei umas pistas...só isso, umas pistas...:) Volta sempre. Este blog é também de todos os que o visitam.

    ResponderEliminar
  13. Lêr-te dá-me gosto, saborei-o cada letra, cada palavra, cada frase, com intensidade...
    Realmente, descreves o gosto de uma forma maravilhosa... com vários sabores, mas apetitosos, sejam eles doces, azedos, salgados ou mesmo amargos...
    Por hoje, deixo-te o néctar doce e atrevido do meu beijo...

    ResponderEliminar
  14. Eu: É retribuido com outro com imenso sabor.....escolhes tu qual... :)

    ResponderEliminar
  15. uffa

    Voltei como prometi!

    Bem, que posso eu dizer mais? tu escreves de maneira fantástica. eu já te tinha dito isso.
    consegues escrever de maneira, a que as pessoas sintam o que se passa no texto.
    ei! nada de ficar babado! lolll

    o paladar é importante sem duvida... mas continuo a insistir, para mim não há nada como a audição! prefiro não ter paladar, a ser "surda" :))

    Bem, vou resumir, e pôr por ordem os catalizadores:

    1.Audição
    2.Tacto
    3.Visão
    4.paladar
    5.olfacto

    esta é a minha ordem, obvio que varia de pessoa para pessoas, o que é optimo!

    e agora??? acabaram-se os catalizadores, passamos a que? :))

    ah, e porta-te bem :P

    ResponderEliminar
  16. Salgado, a mistura dos sabores, até pode ser agradável...confundir os sabores, assim como se confunde os sentidos... até não ter a exacta noção de qual é qual...
    O meu beijo é doce, o teu salgado, que achas!?
    Beijo...

    ResponderEliminar
  17. O gosto... aliado ao tacto... num beijo em que mistura o querer, do dar e receber... o beijo que provoca os sentidos o sentir, o prazer de dar e ver prazer!
    Lindo o teu texto...

    ResponderEliminar
  18. Lolita: Sabes que os teus comentários são sempre pertinentes....
    A importância de cada um dos sentidos varia realmente de pessoa para pessoa. Não faria sentido se fosse de outra forma. Complementar esses sentidos com outra pessoa é que é o mais fantásctico.
    Quanto ao que irei escrever.......ainda não sei. Mas acho que vou resolver isso rápidamente:)

    ResponderEliminar
  19. EU: E será que o meu é salgado? :)

    ResponderEliminar
  20. moonshinne: O beijo é só uma pequena parte do gosto. O gosto encerra muito mais.....de qualquer forma....adoro. Acho que de uma forma ou outra todos os adoram. Gosto de te ver por cá.

    ResponderEliminar
  21. Pois coisa que eu gosto é ser pertinente :) impertinente tb! :P

    ResponderEliminar
  22. gostei da descriçao detalhada! consegui imaginar cada detalhe, cada movimento da tua lingua...
    mt bom post :)

    ResponderEliminar
  23. Lolita: estás à vontade! Completamente.

    ResponderEliminar
  24. Ninfa: Então conseguiste sentir a intensidade da coisa.....foi bom?

    ResponderEliminar
  25. Eu adorei ler este texto, Noivo. Me senti identificada. Também eu tenho esta super sensibilidade na boca e adoro ficar beijando, chupando e lambendo. Adoro pele e sugiro a região atrás dos joelhos (poplítea?)para beijar e lamber suavemente. Adoro beijos na boca, nos lábios, chupá-los desviando da língua e depois procura-la avidamente. Saborear a saliva alheia e repleta de desejos. Eu adorei ler as voltas que a sua língua faz no clitóris, fiquei molhada só por ler.
    Bom saber que "além mar" há um homem deliciosamente amante.
    Beijos na pica dura e babada.

    ResponderEliminar
  26. Mãosdefada: fiquei sem palavras...:)

    ResponderEliminar
  27. As coisa que aprendo contigo meu caro amigo...

    Um abraço

    ResponderEliminar
  28. O alquimista: Longe de mim ensinar seja o que for. Nunca foi a minha intenção....
    Eu é que posso dizer que aprendo com cada um dos que leio e aqui passam...
    Já agora, contigo, aprendi a sonhar mais além. Gosto bastante de ler o que escreves.

    ResponderEliminar
  29. Olá noivito! :)
    Estou de volta das minhas férias e já li todos os teus posts novos!!
    Adoro ler a maneira como descreves os sentimentos e as sensações... era bom que todos fossemos assim!
    Excelentes, todos os textos!! :)

    Fico à espera do que praí vem... além dos sentidos! ;)

    Beijos!

    ResponderEliminar
  30. Inês Diana: Espero que as férias tenham sido boas. Quanto ao que dizes sobre a minha escrita, olha que hà por aí, blogs de gente que escreve muito mas muito melhor. E não é falsa modéstia.
    Quanto ao que vou escrever.....tenho umas ideias mas aceito sugestões:)

    ResponderEliminar
  31. noivo:
    que tal escreveres sobre o sentido que falta?... o sexto sentido...?
    A intuição não será também um grande "catalizador do tesão"?

    ;)
    Beijo.

    ResponderEliminar
  32. Mariazinha: Talvez tenhas razão....mas esse tal sentido não é o que toda a gente diz ser exclusivo das mulheres?

    ResponderEliminar
  33. Exactamente por isso é que seria tão interessante a visão de um homem sobre esse tema...

    Mas por outro lado... será que é mesmo exclusivo? Tenho algumas dúvidas...

    ;)
    Beijo.

    ResponderEliminar
  34. Mariazinha: eu acredito que seja. Pelo menos não tenho sensibilidade suficiente para o sentir....:(

    ResponderEliminar
  35. Mas sentes os efeitos, noivo... os efeitos...

    ;)

    Beijo.

    ResponderEliminar
  36. Fica o mistério a pairar no ar...
    Será que o meu é doce, será que o teu é salgado... o beijo!
    Saboreio-te...

    ResponderEliminar
  37. Eu: Pois fica:) Mas o meu é que é doce! :)

    ResponderEliminar
  38. Noivito!
    As minhas férias foram excelentes, obrigado! :))
    Quanto à tua escrita... até pode haver muitos blogs com uma escrita mais... chamemos-lhe "erudita", mas acho que são apenas maneiras de escrever e sentir diferentes.
    De facto há uns blogs com melhor escrita do que outros, mas pronto! Eu gosto bastante do teu! ;)

    Pediste sugestões... que tal escreveres sobre pontos erógenos?
    Ou então sobre fetiches? ;)

    Beijos

    ResponderEliminar
  39. Inês diana: nem sei que responder depois dessas palavras.....
    Vou pensar nisso ok?

    ResponderEliminar
  40. Claro! Pensa nisso! :)

    Beijo voluptuoso (para inspiração ;))

    ResponderEliminar
  41. Eu fiquei apaixonada pela tuda descrição... E mandei pra o meu amigo ler. Noivo, tu escreves muito bem...

    ResponderEliminar
  42. anónimo: agradeço as palavras! e é possível ler-te tb?

    ResponderEliminar