Site Meter

quarta-feira, 31 de janeiro de 2007

Volúpia...Provocação...Ansiedade...


Eram quase oito horas da manhã quando o estremecer do telemóvel me fez acordar. Ainda ensonado, pois tive algumas dificuldades em adormecer pensando em tudo que se estava a passar, olhei para as horas e pensei: “quem é que é capaz de mandar mensagens a acordar-me a esta hora?” Hein? Mensagens? A esta hora?
Despertei da letargia imediatamente! Só pode ser por um motivo, pensei eu sobressaltado e permaneci alguns instantes a tentar perceber se estava contente ou assustado com o que iria ler e que só poderia vir de uma pessoa…precisamente aquela que não sabia quem era!
“O teu segundo nome é Filipe, tens 29 anos e o teu blog chama-se Tesão”. Fiquei atónito a olhar para aquilo. Garanto-vos que me senti trespassado. Naquele momento tentava rapidamente raciocinar quem me poderia conhecer assim tão bem. Já não havia qualquer possibilidade de ser engano. A resposta tardou mas foi completamente elucidativa relativamente ao destinatário daquelas mensagens. Era mesmo para mim. Era eu! De quem? Só uma pessoa me veio imediatamente ao cérebro…a única que poderia saber os três detalhes…noiva!!! Ainda assim, atormentava-me o facto de ela nada ter dado a entender, o facto de o número ser desconhecido e estar sempre desligado e sobretudo porque a história não tinha ainda terminado. Ainda faltavam algumas peças para que tudo aquilo pudesse fazer algum sentido! Eu tinha respondido que sim, que queria que se realizasse. Apesar de na altura ter sido mais com o objectivo de perceber o que raio seria aquelas mensagens, a verdade é que no fundo o desejava e daí até ao momento, não tinha havido mais novidades acerca disso…estava uma enorme confusão na minha cabeça…foda-se, pensava eu quase em desabafo. Estará ela agora a pensar o quê de mim? Que respondo a qualquer uma que se mete comigo? Que quero assim tanto ter aventuras ao ponto de o afirmar a quem não conheço? Estará a pensar que a troco por aventuras deste género? Gelei apenas com a possibilidade de isso estar a acontecer…É certo que pensei nas mensagens, pensei nas fantasias, pensei em como seria concretizá-las mas daí a fazê-lo….que vergonha…como me deixei colocar nesta situação……
O “timing” das mensagens era terrivelmente mordaz! Mais duas vibradelas e soube que acabara de chegar mais um prenúncio de tortura! Quase me benzi antes de abrir o telemóvel para ler a mensagem que sabia que vinha da mesma proveniência das anteriores.
“Amanhã, ás 21 horas, estacionas o carro na garagem do edifício X, entras no elevador número 3, sobes até ao 7º piso e quando saíres mandas uma mensagem para este número a dizer que chegaste e aguardas instruções. P.s.- não marques horas para chegar a casa”.
Não!!!!! Isto não podia ser real! Eu ainda estava a dormir e tudo isto não poderia ser mais que um sonho…e decidi obrigar-me a acordar…e acordei…e olhei…e continuava lá…a mesma mensagem que não queria voltar a ler, mas que ali estava!
Agora não havia forma de resolver o assunto senão avançar. Ela estava a jogar e eu iria jogar também. Convenci-me, a custo do meu orgulho, que assim seria. E foi!
Nem conseguem imaginar como passei o resto desse dia…. Foi por demais preenchido com dúvidas existenciais, com ânsia, com desejos, com fantasias…tudo menos concentração no trabalho. Troquei durante o dia algumas mensagens com a noiva sem que o assunto fosse sequer tocado por mim ou por ela. Conheço-a bem, sei ler entre linhas no seu discurso, palavras e expressões, no entanto nada deixou transparecer de tudo aquilo que estava a fazer-me. À noite, quando foi ter a minha casa, consegui notar algo diferente nela. Estava estranha, parecia ansiosa, como quando estamos a rebentar para perguntar algo que queremos muito saber mas que sabemos que não convém. Disse-me que o dia de trabalho não correra muito bem, explicou de uma forma apressada, em resposta à minha pergunta sobre os motivos disso, o que me fez ainda mais estranhar o porquê de tudo aquilo. Mas nunca, nunca deixou escapar por palavras o que quer que fosse, que me indicasse o que me andava a engendrar. E eu também não perguntei sobre isso. Já não estávamos juntos havia dois dias, devido aos seus horários de trabalho e mesmo assim, estranhamente também, não fizemos amor pois ela estava cansada e tinha de ir embora pois trabalharia de manhã cedo. Muito estranho! Tudo absolutamente “strange”…
O dia D estava à distância de uma noite. Dali a umas horas, menos de 24, poderia descobrir tudo isto. Sabia de antemão que a noiva teria um jantar nesse dia e portanto calculei que esta questão já andaria a ser tratada com a necessária antecedência e com a perspicácia que apenas as mulheres sabem ter.
Sabia que as poucas hipóteses de adormecer nessa noite e conseguir descansar convenientemente passavam por relaxar um pouco. Daí a masturbar-me, a imaginar a minha fantasia, a famosa fantasia de ter duas mulheres a dedicarem-se ao meu corpo, foi um instante…a excitação era muita, e o prazer que senti foi curiosamente…normal. Cada vez entendia menos e foi a tentar processar esse pensamento que adormeci.
Comecei o dia bem disposto, dormi até tarde pois era o meu dia de folga, tratei dos meus compromissos, tratei de algumas rotinas diárias em dias de folga e estava muito…tranquilo. Pensei algumas vezes em toda a situação mas rapidamente me passou da ideia e estranhava isso. Parecia não ter importância a agenda para essa noite. A noiva nada me disse em todo esse dia. Nem uma única mensagem. Eu sorria perante esse facto e pensava que ela estava a querer fazer-me sofrer um bocadito...também nada lhe disse. Quando dei por mim eram 19 horas e dirigi-me ao WC a fim de tomar banho e preparar-me para esse noite. Mal transpus a porta comecei a sentir uma ansiedade crescente e dai até à hora marcada foi quase angustiante. Afinal a situação tinha importância e imensa! Enganei a fome, vesti-me e segui as instruções da mensagem. Eram 21 horas em ponto quando sai do elevador número 3, no 7º andar daquele edifício e mandei uma mensagem que dizia apenas “Cheguei”. Talvez nem um minuto depois vi abrir-se uma porta de onde saiu uma mulher, que deveria andar na casa do quarenta anos, traços bem vincados no rosto, sem no entanto deixar de ser muito atraente e apetitosa, dentro de uma blusa branca decotada e uma saia justa negra, que parecia de cetim, e que permitia ver que se tratava de um corpo bem tratado. Dirigiu-se a mim dizendo “Boa noite. Estávamos a aguardar a sua chegada. Faça o favor de me acompanhar”. Estávamos??? Isso quer dizer que havia mais gente! pensava eu. Fazia sentido tendo em conta que se tratava supostamente da minha fantasia. Não vi a noiva. Associei que estivesse no local para onde me estava a dirigir naquele momento. Nada mais vi que uma enorme casa, muito bem mobilada. Nem mais pessoas, nem mais mulheres. Só decoração e paredes. Ela abriu-me uma porta e disse-me “Coloque-se à vontade. Já lhe trago o seu malte sem gelo”. Malte sem gelo??? Pensava eu mais uma vez…. Começava a sentir-me despido, parecia que eu era a única pessoa que nada sabia, além de ter a certeza de como cheguei ali, e que todos sabiam quem era, porque ali estava e do que gostava. O malte chegou, sentei-me no sofá e foi quando passados alguns instantes, ouvi os tais passos a caminharem na direcção da sala onde estava e deslumbrei com a entrada das duas belas mulheres…

63 comentários:

  1. Caramba! Estou mesmo presa a esta "história".
    Continua, sem muitas demoras.

    ResponderEliminar
  2. Lindona: vou encarar isso como um bom sinal:) bjs

    ResponderEliminar
  3. Interessante e bem adjectivado ao nome do teu blog!!:))
    beijos
    Ines
    Casal Inviters
    www.adultxposure.com/inviters

    ResponderEliminar
  4. Chegaste, enfim!!!
    E agora?...
    "Curiosamente, não estava excitado." - ainda me lembro.

    ResponderEliminar
  5. menino sabe como corresponder às expectativas dos seus leitores! Fantástico. Seja breve.
    P.S. Muito bem escolhida a música para acompanhar a leitura.
    H & H

    ResponderEliminar
  6. Amaral: eu sei que és um leitor atento:)

    ResponderEliminar
  7. Liss: isso foi um elogio não foi?:) bjs

    ResponderEliminar
  8. Catwoman: diria que o aquecimento foi feito:)

    ResponderEliminar
  9. Puxa quem está por detras disso,
    sabe muito bem quais são as tuas fantasias!!!
    Mas quero saber o final...


    beijo te

    ResponderEliminar
  10. Ai maezinha!!!! kerem ver que era pra kela merda do fiel ou infiel??? hehehe

    ResponderEliminar
  11. Não pensei que pudesses surpreender-me mais... afinal enganei-me! Já te imaginava assim, agora as dúvidas dissiparam-se.

    ResponderEliminar
  12. hummmmmmmmmm
    deste-me cá umas ideias
    lol

    bjs

    ResponderEliminar
  13. Hum... Aguardo ansiosamente a continuação...

    Bjs

    ResponderEliminar
  14. Deusa: cheguei à mesma conclusão:)

    ResponderEliminar
  15. gaja 2: não! felizmente não:)

    ResponderEliminar
  16. Tuxa: e isso vem da parte de quem?

    ResponderEliminar
  17. alguém k tu conheces, com kem já bebeste uns copos e com kem já te riste muito. dp de uns tempos sem nos vermos, voltamos a encontrarmos há cerca de um mês e meio... e mais não digo.

    ResponderEliminar
  18. :-)
    Quem fez sabe as tuas fantasias e sabe mexer-se bem para as concretizar... :-) Isso, sim, é de elogiar!
    O teu texto também, claro!
    Cá espero para saber quem era, porque o que as mulheres fizeram contigo eu imagino (e gosto de ser transportada por essa actividade :-)).
    Beijo

    ResponderEliminar
  19. Tuxa: agora fiquei intrigado....já fiz alguns exercícios de memória e....não tá fácil. Esse é o nome pelo qual te conheço? E como sabes que sou quem pensas?

    ResponderEliminar
  20. Anani: gostei bastante do teu comentário. gosto de te ter aqui. bjs

    ResponderEliminar
  21. achas que eu punha aki o meu nome?
    triplex...omeu ponto g...dizem-te alguma coisa?

    ResponderEliminar
  22. Tuxa65: triplex sim, o meu ponto g nem por isso, mas se fores quem penso que és, vou ficar muito contente por saber que participas na blogosfera e principalmente porque me lês:)

    ResponderEliminar
  23. Bem espero que a terceira seija de vez e nos contos pormenor por pormenor.
    Beijito.

    ResponderEliminar
  24. *nao e contos mas sim contes*
    Fui.... outra vez...

    ResponderEliminar
  25. :))))))))))

    Tou há espera do resta da historia...




    beijo te

    ResponderEliminar
  26. Deusa: ahh eu bem queriater todo esse tempo:)

    ResponderEliminar
  27. Olá!
    Brilhante.
    Parabéns.
    Bom fim-de-semana

    ResponderEliminar
  28. Então???? Bota la!!! Conta o resto...please
    bjs ansiosos

    ResponderEliminar
  29. Noivo,
    está a tornar-se na verdadeira Sharazade dos blogs!!
    Os meus parabéns ;P

    Plumas para si

    ResponderEliminar
  30. Acredito que essas duas belas mulheres estejam a ocupar-te o tempo, mas... faz lá um intervalinho e vem ter connosco. Estamos desejosos por saber o desenrolar dos acontecimentos.

    ResponderEliminar
  31. david: Muito obrigado!Bom fim de semana também!

    ResponderEliminar
  32. Gaja boa 2: calma....falta tempo:)

    ResponderEliminar
  33. Diva: quem sou eu para merecer tal distinção....:)

    ResponderEliminar
  34. HMMMM o menino anda cá com umas fantasias hihihihih

    vá, vamos á continuação!!

    beijo

    ResponderEliminar
  35. E??? Mas isto é maneira de acabar o episódio?? Bolas!! Agora quando dá o segundo capítulo?
    Bjs

    ResponderEliminar
  36. Volúpia: e da frente pra trás:)

    ResponderEliminar
  37. hummmm...agrada-me a noiva, se é que foi dela esse jogo, agradam-me os jogos de sedução...fico à espera...

    ResponderEliminar
  38. Posso "atirar" que o teu primeiro nome seja nuno?

    ResponderEliminar
  39. Aenima: xii tou tramado. Agora toda a gente pensa que sou alguém conhecido seu:) Não minha cara, filipe é o segundo nome mas nuno não é o primeiro. Lamento se não sei que pensavas. Bjs

    ResponderEliminar
  40. Sexhaler: àgua na boca.....bem visto!

    ResponderEliminar
  41. Olá
    Vim agradecer a sua visita e conhecer seu espaço, vou voltar

    Um Abraço

    ResponderEliminar
  42. Então, noivo? Ja passaram imensos dias... Quero saber o que aconteceu depois!

    ResponderEliminar
  43. Caríssimo, o menino esqueceu-se de postar o resto da história! Não se esqueça que nós, fiéis leitores, estamos à espera do desfecho desta aventura!!! Quando estiver refeito diga qualquer coisita.
    H & K
    ;-)

    ResponderEliminar
  44. Zeze: muito obrigado pela visita e que não seja a última!

    ResponderEliminar
  45. Lindona: eu sei que tou em falta! mas vai ser hoje:) ou talvez já amanhã:)

    ResponderEliminar
  46. Liss: nunca me esqueço de quem gosto e vocês nunca são esquecidos. Só não consigo postar porque tem de ser entendes? mas tal como já disse atrás....tá mesmo , mesmo quase:)

    ResponderEliminar
  47. nao eh nada disso, pela foto, se eh que a foto eh tua, es extremamente parecido com um colega de faculdade. Ja tinha pensado isso qdo mudaste a foto. Agoro com mais alguns dados pessoais, ficaste ainda mais "parecido", so isso. bjoca

    ResponderEliminar
  48. aenima: pronto tá esclarecido. Ahh já agora...sou mesmo eu! na foto claro...

    ResponderEliminar
  49. Muito obrigada pela visita e belo texto.



    Um abraço.

    ResponderEliminar