Site Meter

quinta-feira, 20 de setembro de 2007

Putas

Em conversa animada, coisas de gajos, claro! surgiu a questão: se fôssemos uma Puta, como seríamos?
Evidente que opiniões não faltaram, pontos de vista e tal mas eu, cá por mim tenho uma ideia muito própria:
Se a questão é ter sexo em troco de dinheiro, então teria necessariamente de ser uma puta cara! Sim, porque pagar pouco daria uma ideia de vulgaridade e o que menos quereria era ser uma puta qualquer.... além disso claro está, queria ganhar muito dinheiro!
A minha imagem de marca seria a classe e portanto, não deixaria de andar super elegante, super insinuante, de forma a fazer os gajos babarem à minha passagem, do género de ficarem a pensar com os seus botões: "se fosses uma puta pagava o que fosse preciso para te foder"....
Não poderia ter uma postura do género: "anda lá filho, despacha-te que já tou farta".....até o poderia pensar mas tinha de fazer o cliente ficar satisfeito, o que equivale a dizer que se ele procurava um orgasmo, eu só descansava quando ele tivesse dois, se queria três teria de ter quatro, ou então teria de ser ele a dar por terminada a sessão. Quem procura uma puta quer foder logo, cliente satisfeito, cliente que volta.....
Evidentemente que teria de fingir alguns orgasmos. Os homens gostam de se sentir machos e que sabem lidar com uma mulher por isso eu para eles seria uma mulher que sentia prazer e que desfrutava a situação. No entanto teria de disfarçar bem. Os vulgares gritos e gemidos não colam e portanto teria de ser mais à base de puxá-los para mim, dizer-lhes, faz desta forma que é delicioso, etc.... eheheheh sou fodido:)Ahhhh quase me esquecia de dizer que o local de atendimento era extremamente importante! Não imagino melhor que um apartamento em condomínio fechado, na primeira linha da praia, com uma enorme varanda onde não faltasse um belo de um jacuzzi....... e excelente decoração, com umas fotos eróticas nas paredes.
Claro que para tudo isto teria de me auto-promover e não vejo melhor que movimentar-me nos círculos mais restritos, do tipo políticos, médicos e futebolistas de topo. Só mesmo pra quem pudesse pagar. Sim porque seriam necessárias algumas cirurgias para manter o físico em "great shape":)
O preço? teria de depender do programa mas menos de 500€ por hora era muito barato e não esquecer que eu seria uma puta com muito nível:)
É claro que a maioria dos homens não iam gostar muito de todas estas ideias mas imaginar não faz mal e neste momento seria mesmo caso para dizer: deixem-se de sonhar!
Apesar de terem gostado da ideia desta puta, o melhor mesmo é dedicarem-se em casa porque é de borla, é com amor, não estão a fazer nada de ilegal e ainda podem chamar puta sem ofender...... mas a atitude delas bem pode ser.... :)

Pornografia

A pornografia sempre levantou e levantará diversas questões, vários pontos de vista, diferentes análises e distintas reacções.
Se a perspectiva for de saia e blusa, o mais certo (ou comum?) é dizerem que não gostam, que é tudo fingido, que não tem história e que é sempre igual.Se a perspectiva vier de calças e camisa, já se pode esperar que digam que gostam, que nem sempre é fingido, que até tem alguma história e que até é diferente porque além do normal Homem/Mulher ainda existem um sem número de combinações, preferências e posições.
Haverá certamente mulheres que gostam de ver, homens que não gostam de ver mas um facto que parece definitivo é que já foi visto por todos. Assim, a opinião de cada um, acaba por ser influenciada pelo número de filmes vistos, o tipo dos mesmos, os momentos em que viram, os objectivos com que viram e talvez até em que companhia. Na minha modesta opinião existem algumas diferenças significativas relativamente à qualidade dos filmes hardcore (só para o caso de não saberem, são aqueles com conteúdo sexual explícito). Isto porque existe uma relação directa entre grandes produtoras (entenda-se dinheiro) e a qualidade dos intervenientes contratados, bem como dos próprios locais onde se desenrolam as acções. Portanto, parece-me mais ou menos claro que se pode falar também de filmes de Top e uma série de escalas intermináveis que parecem só acabar (se é que acabam) em terreno negativo.Já no campo dos filmes eróticos, existem aqueles que apresentam algumas cenas mais tórridas, onde por vezes aparece alguma nudez e aqueles que em quase tudo são pornográficos à excepção de não serem explícitos (apenas não mostram os sexos).Cá por mim, sem qualquer tipo de problema digo: o ideal seria um grande filme erótico em que certos momentos das cenas fossem explícitos sem no entanto serem vulgares. Uma historia bem pensada, em que as coisas surgiam naturalmente….isso sim! Seria o verdadeiro tesão! Tenho dito!
Por enquanto, tenho de me contentar com o que existe…; Ou será que eu não sei onde eles existem?