Site Meter

sexta-feira, 13 de fevereiro de 2009

Nuestros hermanos

Gostava de fazer uma singela homenagem aos nossos vizinhos. E porquê??? Perguntarão vocês.... Simplesmente porque quero, porque me apetece, porque posso e porque eles merecem. :)
Já estive e conheço vários locais e cidades espanholas, já contactei com diversos espanhóis e espanholas e gosto dos seus costumes, tradições, gosto pela vida e sobretudo do seu orgulho em serem espanhóis e de tudo que é nacional.
Podemos criticar a falta de jeito para falarem inglês ou mesmo de entender o Português mas a verdade é que eu pessoalmente não tenho grande razão de queixa.
Uma das coisas que mais me fascina é a forma como a mulher espanhola se produz, seja para ir trabalhar, seja para ir para a farra. Então em cidades grandes, como na capital, é qualquer coisa digna de se ver.
Admiro também o liberalismo e a mente aberta dos espanhóis. Tive a oportunidade, bem recentemente, de estar em Madrid e aproveitei para conhecer melhor a cidade. Uma das zonas recomendadas por quem conhece bem foi a Chueca. Trata-se de uma parte da cidade em que o liberalismo impera, sendo possível encontrar as mais diversas lojas de roupa sexy e acessórios, sex-shops das mais variadas, lojas exclusivas de artigos para gays e lésbicas, saunas e ginásios gays, galerias de arte moderna, bares, discotecas e restaurantes dos mais variados tipos, no entanto sempre orientados para a tolerância, liberdade de pensamento, expressão e liberdade sexual. Poderá até chocar a quantidade de gays existente por metro quadrado, no entanto isso também reflecte que todos têm direito a viver a sua vida sem preconceitos e acreditem que ali é mesmo o que se passa. Seja com homens, mulheres ou casais.
Não é portanto de admirar que ao contrario do que acontece na maioria dos países, em Espanha, independentemente da sua localização, a maioria dos clubes de swing, estejam de portas abertas e publicamente referenciados. Estão a imaginar isso aqui no burgo não estão? :)
Falando sobre isso mais concretamente, julgo a maioria de vocês ficaria completamente pasmado, de boca aberta e entusiasmado, se visse a qualidade, o glamour e a sensualidade que encontrei num clube em Madrid (não na zona da Chueca).Estavam cerca de 160 casais, na sua esmagadora maioria jovens, super cuidados e bem parecidos, num clube fantástico, super bem decorado, com uma piscina aquecida hiper convidativa.O ambiente vivido era de pura luxúria, sedução constante, erotismo à flor da pele e vontade, muita vontade de diversão e prazer.Conheço também outras realidades, de outros clubes similares em Espanha mas como este nunca tinha visto em termos de charme e qualidade dos casais presentes. Mais curioso ainda foi verificar que lá estavam casais de toda a Espanha, Portugal e de alguns outros países, o que por si só, também demonstra a popularidade e a qualidade reconhecida.
Quanto ao que lá se passou, pois bem, seria muito difícil de descrever mas se acho que todos conhecem o famoso ditado que diz "De Espanha, nem bom vento, nem bom casamento", eu utilizaria alguns outros que me ocorrem neste momento e que serviriam para ilustrar:
"A fruta proibida é a mais apetecida"
"Aquilo que sabe bem ou é pecado ou faz mal"
"O que é bom acaba depressa"
"Não há duas sem três"
E finalmente:
"Para bom entendedor, meia palavra basta"
Tes_ _ !

26 comentários:

  1. Inveja..... da boa é claro!
    Bom fim de semana!

    ResponderEliminar
  2. Boa noivito!
    Por acaso na minha mente imediatamente me lembrei do ditado: "Para bom entendedor...".
    Que tenhas um fim-de-semana tão "nham nham nham" como essa viagem!
    :P
    Kisses****

    ResponderEliminar
  3. red: tamos em sintonia então:)

    ResponderEliminar
  4. Essa piscina faz me pensar num determinado motel(havana) e imaginar coisas...molhadas!!eheh

    espectacular!!q inveja...

    ResponderEliminar
  5. estoy contigo: biban nuestros hermanos ;)

    ResponderEliminar
  6. veneziana: conheço e acredita que não tem nada a ver;)

    ResponderEliminar
  7. cassamia: eheheh é bem verdade!:)

    ResponderEliminar
  8. Ah.. há anos que ando a pregar que cá no burgo o que faz falta são mentes que percebam que os moteis por exemplo, podem ser muito mais apelativos ao gosto se não forem lugares horripilantes com alcatifa duvidosa e espelhos em formas de sol!

    Mas... isto sou eu, que apenas sou designer a dizer... claro!

    ResponderEliminar
  9. Chueca ??
    Ja esta no GPS para a proxima visita
    a Madrid.

    So uma pergunta.Na piscina tinha pe? :)

    NFRF

    ResponderEliminar
  10. Tens toda a razão na tua análise sobre nuestros hermanos. O bom gosto, desinibição e atitude têm pouco paralelo connosco.
    Basta ir aos clubes swing de Vigo e ver como são as coisas por lá...
    Bom fim de semana!

    P.S. - Já nos conhecemos. Em tempos andei por aqui com uns clubes privados. :)
    Novo msn: pmsferreira32@gmail.com

    ResponderEliminar
  11. Pois...se inveja mata-se eheheh
    Bjs meus

    ResponderEliminar
  12. zaka: mas eu não me estava a referir a um motel!:)

    ResponderEliminar
  13. bernardo: permite-me dizer que nem existe comparação com qualquer um de vigo!

    ResponderEliminar
  14. avid: talvez poucos morressem:)

    ResponderEliminar
  15. Noivo... o que escrevi sobre os moteis, adequa-se aos bares de swing (se bem que não conheça muitos e tal)

    ResponderEliminar
  16. zaka: então diz lá de tua justiça sobre os que conheces:)

    ResponderEliminar
  17. sanxeri: é bom sinal! uma mente que se abre a uma nova ideia, jamais será igual certo?

    ResponderEliminar
  18. Costuma-se dizer...mente que abre uma nova porta, jamais se fecha!

    ResponderEliminar
  19. anónimo: ainda bem que respondi antes:)

    ResponderEliminar
  20. Sobre a passagem do Noivo pelo lado mais morbo de Madrid, gostariamos de dizer que partilhamos da sua opinião.

    Na nossa perspectiva, mudámos completamente a nossa ideia sobre os espanhóis anos atrás, isto porque os nossos verões têm sido passado com os nuestros hermanos, adaptámo-nos aquele ritmo e horários desenquadrados com a nossa realidade, com aquelas comidas cheias de fritos e o facto de falarem uns décibeis acima da média.

    Sobre o modo de vida liberal, podemos dizer que temos duas noções distintas. Eles são mais bem cuidados que os portugueses, seja qual for a idade. Os tugas têm barriguinha, pêlos a mais e elas pensam que basta colocar um bocado de laca e ficam maravilhosas...já os espanhóis nota-se que cuidam da imagem, para agradar os outros, por respeito a eles principalmente.

    Conhecemos o club em Madrid de fugida e ficámos com muita vontade de lá voltar e experimentar outros locais.
    Chuenca parece ser um bocado como o Bairro Alto em Lisboa, onde a tolerância não é apregoada, mas colocada em prática, é um sítio a visitar a dois, a quatro ou a seis!!! Pura diversão.

    Madrid!! Me Matas!!!

    ResponderEliminar
  21. casalmaravilha: la vida loca! :)

    ResponderEliminar
  22. Fica a mágoa de não ter ido. Talvez para a proxima possamos ir juntos (se levares o chá). Um abraço e beijos.

    ResponderEliminar