Site Meter

quarta-feira, 30 de setembro de 2009

Massagens relax

Ora aqui estou eu, mais uma vez, para fazer algumas consideraçoes e também questionar a quem ousar responder acerca de massagens! Isso mesmo: MASSAGENS!!!
Quem não gosta? Só mesmo quem nunca as teve ou em alternativa, as desportivas ou aquelas pessoas que por alguma contractura muscular tiveram de recorrer a uma massagens que dói para burro....
Seja feita por amigos, amantes, companheiras ou profissionais, quando bem feitas são sensações fortíssimas a percorrer todo o nosso corpo.Uma certeza tenho porém: quando tenho uma massagem, não consigo deixar de pensar, querer, desejar que as mãos cheguem mais longe, que os movimentos sejam ainda mais lentos e profundos, e que tudo aquilo passe para "a fase seguinte"!
No fundo, estar deitado, relaxado ou prestes a ficar, com uma música zen de fundo, umas velas aromáticas que enchem o espaço de boas sensaçoes e convidam a fechar os olhos, ficando apenas desperto para os toques e pressões, fazem com que tentemos visualizar o que não vemos e desejar o que queremos mas não estamos a ter.
Isso leva-me a questionares os caros leitores e caras leitoras acerca do seguinte: Imaginem que durante a massagem, os vossos corpos ficavam excitados ao ponto de ser notório (nos homens mais fácil certamente mas nas mulheres ainda assim algo perceptível) e que a/o massagista se apercebia disso e não tinha qualquer pudor em continuar a massagem de forma mais extensa....
Sim! é isso mesmo que tão a pensar! Que as mãos fossem ao pau duro e ao clitóris protuberante...Deixariam a coisa andar?
Argumentariam que o facto de estarem excitados não significava que era pelo prazer que estavam a sentir?
Procurariam o orgasmo mesmo que de forma passiva(deixar as mãos trabalhar)?
E "last but not the least": considerariam um orgasmo dessa forma, uma traição? Recordo que esse não era o objectivo da massagem!!!! Pensem nisso! Respondam:)

segunda-feira, 28 de setembro de 2009

Posso desabafar?

Não digam a ninguém.....
Sério!
Mas ...
...
...
...
...
...
...
...
TOU COM TESÃO!!!!!

O efeito da sugestão

Seremos condicionados nas nossas fantasias e actividades sexuais, pela sugestão?Será que as nossas mais diversas fantasias não surgem de situações que já vimos, ouvimos ou lemos em qualquer lugar? Ou surgem pura e simplesmente da nossa imaginação?
No fundo a questão é: já pensaram se têm alguma que não seja "sugerida"?