Site Meter

quinta-feira, 28 de outubro de 2010

As regras

Apenas casais swingers.
Alguns recebem convites directamente, outros solicitam a sua participação. Não é um processo automático e passa por alguns critérios. Desde logo, têm de estar registados como casal num determinado local da internet. Possuírem fotos de ambos no perfil de corpo inteiro e caso não tenham visível fotos de rosto, facultarem o acesso às mesmas aos organizadores e ainda terem no seu perfil pelo menos uma validação de outro casal presente na festa e a indicação de serem soft-swingers ou full-swingers. Depois de reunidas estas condições serão alvo de votação por parte dos casais organizadores, devendo obter pelo menos três dos cinco votos existentes. Se isso acontecer recebem o convite para a festa.Os casais que solicitam convite mas que não reúnem todas as condições anteriores, têm de passar por um processo que inclui envio de fotos do casal, ligação da webcam com pelo menos um dos organizadores e posterior votação.
A festa é limitada 40 casais, não sendo permitido o acesso a quem não possuir convite.
A cada casal é atribuída uma password exclusiva, que será enviada no próprio dia via telemóvel e que deverá ser mencionada à entrada do local, garantindo assim a privacidade dos casais presentes.Existem também questões relacionadas com dress code. Os homens obrigatoriamente de fato ou smoking e as mulheres não podem usar qualquer tipo de calças, recomendando-se o uso de vestidos sexys, lingerie ou acessórios ousados.Caso não se apresentem vestidos dentro destes padrões, não poderão participar.
O uso de máscaras é facultativo mas apenas depois de realizada a recepção do casal à entrada.Os participantes têm de deixar todos os seus telemóveis, bem como outros meios de captação de sons e imagens na recepção e o não cumprimento desta regra levará à expulsão da festa.
A festa tem inicio às 22 horas e a chegada só poderá realizar-se até às 23. Depois dessa hora não é permitido o acesso.
O valor é de 100 euros por casal e o pagamento é feito em dois momentos. Metade após recepção do convite e respectiva reserva e a outra metade no acto da recepção.
O valor inclui bar aberto e aperitivos bem como acesso a preservativos e lubrificantes em todos os locais, existindo ainda duches, toalhas, chinelos e produtos de higiene oral e íntima nos espaços apropriados.Os casais estarão identificados por pulseiras de cor que indicarão aos restantes, serem soft-swingers (azul) ou full-swingers (vermelha), permitindo assim uma maior interacção e compatibilidade entre todos os casais presentes.
A noite é animada com um Dj no salão e música ambiente nos restantes espaços.

terça-feira, 26 de outubro de 2010

O espaço

Um salão amplo e cuidadosamente decorado. Imperam os veludos vermelhos, uma grandiosa carpete, caldeirões de pele, imponentes molduras com espelhos nas paredes e uma lareira sedutora, onde chamas consomem lenta mas energicamente, lenha com grossura considerável...À direita, acesso para um espaço exterior, através de duas enormes portas que se abrem para revelar uma piscina subtilmente iluminada, onde a água se agita libertando o calor que se transforma em vapor, perfeitamente visível na noite, criando um convite quase irresistível para entrar e desfrutar. À sua volta, dosséis enormes em estilo romano, com tecidos semi-transparentes e onde se destacam um sem número de almofadas a estimular um toque, como se fosse necessário comprovar a macieza e o conforto das mesmas....Reentrando no salão e do lado oposto, mais duas portas, estas completamente abertas. Passando através delas, contempla-se um grande jacto de água, de cores variáveis, consoante as luzes dos seus projectores vão alternando, situado no centro de uma espécie de jacuzzi gigante, de formato circular, rodeado de sofás com vista privilegiada sobre o espectáculo de luz e de água....

segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Quando....

Quando a vontade aperta, temos de a libertar....
Quando o desejo fala, temos de o escutar.....
Quando a luxúria aparece, temos de a acolher....
Quando a fantasia existe, temos de a concretizar....
Quando eu quero, tenho de ter....Senão......
E tu? Queres?

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Porque não?

Já todos tiveram situações em que não fizeram algo que tinham vontade.....
Talvez por receio das reacções, talvez por timidez, talvez por falta de um copo a mais ou mesmo porque o local não era o mais indiciado.
A verdade é que depois é inevitável pensar sobre isso....
Como teria sido, o que teriam sentido, o que teriam feito, até onde teriam ido....um sem número de "ses" para pensar. Na realidade, nem sempre é mau. Permite colocar a imaginação a mil..... imaginar vários cenários, várias reacções e situações. Umas vezes são situações únicas, que não se repetirão e aí resta-nos imaginar. Contudo, outras haverá em que exista a possibilidade de voltarem a acontecer. Com os mesmos intervenientes ou não mas ainda assim com sensação de "deja vu"....A que questão a colocar é sempre a mesma: vale mais a certeza de um não ou a incerteza de um sim???
Têm a palavra!