Site Meter

segunda-feira, 10 de novembro de 2014

What if... III

Voltas a sentir a tão indesejada pausa.......
Ficas em revolta com tamanha tortura e queres expressar isso mesmo mas não podes....
Resta-te aguardar o tão desejado regresso daquelas sensações. E é precisamente isso que voltas a sentir.
Essa urgência é atendida por uma mão que te agarra firmemente uma nádega, seguida de outra que vai deslizando lentamente do fundo das tuas costas até ao teu períneo, não sem antes circundar o teu ânus, o que te arranca sensações primitivas e a tua respiração fica descontrolada.....
Desejas mais e entendem-te perfeitamente..... sentes uma língua percorrer os mesmos trilhos anteriores, aquela sensação começa a ser difícil de processar.... sentes que estás a ser alvo de uma investida tão forte, tão agressivamente boa, que a boca que sentes nesse momento no ponto mais sensível do teu corpo, a devorar-te, juntamente com a anterior, arrancam de ti o mais profundo dos suspiros e quando pensas que não pode ser melhor..... chega mais uma.... aquela que completa o trio de tortura, de loucura, de tesão.... e te beija com sede......

São as mãos, são as bocas, são os sons, são as sensações a entrar em transe e.... já não és tu!
És um vulcão que sentes desfazer-se em lava e que não controla o seu percurso..... sabes que uma erupção se aproxima e nada consegues fazer para a deter...... tudo ao teu redor e em ti treme, estremece e jorra.....
O céu está a desabar, fendas abrem-se a teus pés, um calor demoníaco toma conta de ti e de ti saem sons animais..... descontrolados..... desesperados.....
Nova pausa......
Ainda está num estado profundo de transe mas agradeces no teu interior esse momento de clemência.....
Não sabes bem o que se passou.... apenas sabes que foi.... assustadoramente excitante e..... desconhecido....
What if.....

Sem comentários:

Enviar um comentário